Fortaleza, Ce - Brasil | email@clic.art.br | Tel: (85) 99999.1317 / 99999.8222

© 2017 by Clicarte. CNPJ 22.433.837/0001-67

  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon
  • White YouTube Icon

January 30, 2019

Please reload

Posts Recentes

Porque contratar um fotógrafo profissional?

October 7, 2017

1/1
Please reload

Posts Em Destaque

 

O numero 1,618, representado pela letra grega ϕ (phi), é a resultante da proporção áurea. Sabe-se que a proporção áurea está ligada à natureza do crescimento. Tal proporção se repete na organização pentagonal dos átomos de cristais de quartzo, na espiral de um girassol, espiral de ondas no mar, crescimento em espiral de carapaças de caracóis, crescimento de diversas plantas, em algumas proporções do corpo humano, nas colmeias, foi encontrado até mesmo no ciclo temporal das ondas cerebrais, entre inúmeros outros exemplos que envolvem a ordem de crescimento na natureza.. 

Algumas construções históricas como a grande pirâmide de Queops segue a proporção áurea, fato confirmado por extensas medições.

 

 

A fórmula da proporção áurea (The Golden Ratio) mostra que a razão entre “a+b” e “a” é igual à razão entre “a” e “b”, Com essa fórmula chega-se a um número irracional instigante, e a resultante é tido como o numero de ouro, numero áureo, seção aérea ou proporção de ouro:

Justamente por ser encontrado em estudos de crescimento, o número de ouro ganhou um status de "ideal", sendo alvo de pesquisadores, artistas e escritores. O fato de ser apoiado pela matemática é que o torna fascinante.

 Alguns entusiastas o consideram a representação numérica do que os nossos olhos e cérebro entendem como equilibrado e belo. 

Por isso essa proporção vem sendo usada por escultores e arquitetos desde a grécia antiga até pintores renascentistas, como Boticelli e Leonardo da Vinci. 

 

 

Na fotografia, a proporção de ouro também pode ser um grande diferencial para quem busca imagens dinâmicas, equilibradas e harmônicas aos nossos olhos.

Mais complexa que sua filha “regra dos terços”, a proporção áurea cria um grid com Linhas retas e diagonais, alem de seções e divisões de blocos onde pode-se encaixar conteúdos com diferente importância dentro da foto, fazendo assim com que os olhos de um admirador que analisa a foto passeiem na direção que o fotografo deseja.

 

Apesar de ser possível aplicar a regra na pós produção a partir de cortes na imagem, no geral deve ser aplicada durante a captação para que se possa interferir realmente no angulo ou posição dos objetos em foco, para isso requer experiencia, domínio e muito treino, pois as câmeras de hoje dispõem de grids como o da regra dos terços, mas não dispõem de grid de proporção áurea. O olho, nesse caso, é nosso maior aliado!

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Siga
Please reload

Procurar por tags
Please reload

Arquivo
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square